São Nicolau de Mira ou de Bari

O Bispo que deu origem a lenda do Papai Noel

História de São Nicolau de Mira ou de Bari

Texto: Expedição 19

Existem vários relatos e lendas sobre a vida de São Nicolau, a começar pelo seu próprio nome: de Mira ou de Bari, é o mesmo santo. De Mira, na atual Turquia porque é onde se sagrou bispo no século IV e de Bari, na Itália, porque é onde estão seus restos mortais desde o século XI. O que sabemos de sua vida é um tanto misturado entre lendas e relatos históricos. Mas um fato não há dúvidas, São Nicolau era um homem caridoso e foi ele a inspiração para a lenda do Papai Noel.

Nascido no final do século III em Patara, na época o local, pertencia a Grécia, hoje é território da Turquia. Nicolau era de uma família muito rica, foi criado seguindo os preceitos cristãos e quando seus pais morreram, ainda era jovem. Nicolau usou toda a sua herança para ajudar os necessitados, os doentes e os que sofrem. Além disso, dedicava sua vida ao estudo da palavra de Deus e como monge conheceu os lugares por onde Jesus Cristo passou na Terra Santa.

Quando Nicolau retorna a sua terra, ainda bastante jovem, foi consagrado bispo. Na época, não era o Papa que nomeava os bispos. Então com a morte do bispo de Mira, outros bispos se reuniram para designarem um nome para ocupar o cargo religioso e numa inspiração divina o nome de Nicolau foi anunciado.

Conta-se um relato muito conhecido que certa vez Nicolau, antes de ser consagrado bispo de Mira, fica sabendo de um homem que era pai de três filhas e não tendo o dinheiro para pagar o dote e casá-las, entra em desespero. (Dote era uma quantia em dinheiro ou bens acertado entre a família da noiva e o noivo. Sendo assim, a noiva que não tinha a possibilidade de pagar o dote era rejeitada, ou seja ela não conseguia arranjar casamento). Em atitude de desespero, o pai teria que vender as filhas como escravas. Nicolau fica sabendo do desespero desse homem e, em segredo durante três noites diferentes, joga pela janela da casa sacos com moedas de ouro. Desta maneira o pai consegue pagar os dotes e as moças se casam. Por esse fato, São Nicolau também é requisitado como santo casamenteiro. Em alguns relatos os sacos com moedas de ouro cairam dentro de sapatos que estavam a secar próximo do fogo e dependendo do país ou local onde esta lenda é contada, é representada por bolas de ouro.

Quando bispo, Nicolau era considerado santo ainda em vida, ele era chamado de grande Taumaturgo, aquele que opera milagres. Conta-se um relato que certa vez três estudantes, viajando a caminho de Atenas, foram surpreendidos por um estalajadeiro perverso que os roubou e os assassinou, escondendo seus restos. Acontece que o bispo Nicolau, viajando pelo mesmo caminho, parou nesta mesma estalagem. De noite, ele sonhou com o crime. Bispo Nicolau orou fervorosamente a Deus, os três garotos foram restaurados à vida.

Talvez o fato de bispo Nicolau fazer caridade e dar esmolas aos mais necessitados ou presentes secretos, como o ouro para o pai de família desesperado, tenha sido a inspiração para lenda de papai noel. Podemos comparar a roupa vermelha com o paramento de um bispo.

Tradicionalmente São Nicolau morreu no dia 6 de dezembro entre os anos de 340 e 350 em Mira, hoje cidade tem outro nome e está no território da Turquia. Mas seu túmulo está na Basílica de São Nicolau em Bari, no sul da Itália. Em maio de 1.087, suas relíquias foram transferidas da cidade de Mira, quando ela foi tomada pelos sarracenos. Para que as relíquias também não fossem saqueadas, marinheiros italianos a levaram para a cidade de Bari, na Itália.

São Nicolau, o verdadeiro papai noel é aquele que reconhece Jesus na pessoa do próximo, é festejado no dia seis de dezembro.

Oração a São Nicolau de Mira ou de Bari

“Senhor, pelos méritos de São Nicolau, concedei-me a graça da bondade e zelo para os mais aflitos, necessitados e em especial para com as crianças Que eu saiba aprofundar em mim, os dons que me destes, colocando-os em prática. Livrai-me da omissão e da preguiça.” Amém.

São Nicolau, rogai por nós.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *